Skip to content
22 de março de 2012 / dosesdeincoerencia

Ouvido de mercador

Não sou só ouvido, muito menos mercados.
E é inclusive para isso que vivo, desenvolver habilidades no campo da percepção e atenção e não cair na pele dos mercadores que vagueiam todos os dias quase como fantasmas.
Transitam como sombras e não sentem…
nada…
por si ou por ninguém.
Preferem a vida fácil de dizer que se importam, mas nem ao menos sabem seu nome. 
Um mercador.
Seus ouvidos são surdos, sua alma jazida em perturbação e preguiça. E, como vampiros, sugam a vitalidade de qualquer alma que sonha. 

Se não tenho medo? Não preciso.
Quando tentam se aproximar, lembro-os que um dia tiveram vida. O que para eles foi tão enfadonho e tão trabalhoso, que preferem sair de perto, para que não se contaminem com uma alma cheia de sonhos.

 Sou sim um sistema complexo e  elaborado – entre outras coisas – de ouvidos, nariz, olhos, boca, sentimentos, sensações, sonhos e alma!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: